domingo, 13 de agosto de 2017

Concurso TST 2017: saiu edital para 52 vagas na área de apoio




Saiu nesta quinta-feira, dia 10, o tão esperado edital do Concurso TST 2017, para cargos de técnico e analista judiciário, com remunerações de R$7.260,41 e R$11.345,90, respectivamente. A seleção traz 52 vagas para interessados com nível médio ou superior, em diversas áreas.

Confira a análise do Edital TST abaixo!


Tem alguma dúvida sobre o edital do Tribunal Superior do Trabalho? Quer saber mais sobre o concurso? O Especialista da FOLHA DIRIGIDA, Alexandre Prado, vai te ajudar!

O cargo de técnico judiciário da área administrativa é o grande destaque desta seleção. Do total das vagas, 22 são destinadas a essa carreira, que exige somente nível médio e proporciona uma remuneração atrativa de pouco mais de R$7 mil, já somando o auxílio-alimentação no valor de R$884. Baixe o edital verticalizado para o técnico da área Administrativa.

Outro destaque é a especialidade de programação do cargo de técnico judiciário, com oferta de 17 vagas. Também são ofertadas vagas de técnico para outras áreas. Para analista judiciário são 11 vagas, variando entre a área judiciária, adminsitrativa e diversas especialidades de apoio especializado.

CARGO ÁREA/ESPECIALIDADE VAGAS REQUISITOS REMUNERAÇÃO (SALÁRIO + AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO)

Técnico Judiciário Área Administrativa - Especialidade Programação 17 Nível médio (antigo 2º grau) acrescido de curso de programação com, no mínimo, 120 horas/aula, ou curso técnico na área de Informática R$7.260,41
Técnico Judiciário Área Administrativa - Especialidade Segurança Judiciária 2 Nível médio (antigo 2º grau), ou curso técnico equivalente, e carteira nacional de habilitação categoria D ou E R$7.260,41

Técnico Judiciário Área Administrativa 22 Nível médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente R$7.260,41
Analista Judiciário Área Apoio Especializado - Especialidade Taquigrafia 2 Nível superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena R$11.345,90
Analista Judiciário Área Apoio Especializado - Especialidade Suporte em Tecnologia da Informação 1 Nível Superior em Tecnologia da Informação ou qualquer outra Graduação de nível Superior com Pós-Graduação na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas-aula R$11.345,90
Analista Judiciário Área Apoio Especializado - Especialidade Contabilidade 1 Graduação em Contabilidade e Registro no Conselho Regional de Contabilidade R$11.345,90
Analista Judiciário Área Apoio Especializado - Especialidade Análise de Sistemas 1 Nível Superior em Tecnologia da Informação ou qualquer outra Graduação de nível Superior com Pós-Graduação na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 horas-aula R$11.345,90
Analista Judiciário Área Judiciária 3 Nível superior em Direito R$11.345,90
Analista Judiciário Área Administrativa 3 Nível superior (licenciatura, bacharelado, tecnólogo) em qualquer área de formação R$11.345,90

A remuneração para técnicos e analistas é R$7.260,41 e R$11.345,90, respectivamente. Os servidores também possuem benefícios, como:

- auxílio-alimentação (R$884)
- auxílio creche (R$699)
- auxílio pré-escolar
- auxílio transporte
- adicional de qualificação (sobre os ganhos básicos do servidor)

Concurso TST 2017: cinco dias para isenção de taxa


As inscrições estarão abertas de 17 de agosto a 22 de setembro. Os interessados devem acessar o site da Fundação Carlos Chagas (FCC), organizadora, e preencher o formulário com os principais dados.

A taxa de inscrição custa R$80 para o cargo de técnico judiciário e R$120 para o de analista. Mas, será possível pedir isenção desse valor, nas condições estabelecidas no edital. O prazo para a solicitação de isenção vai de 17 a 21 de agosto.


Provas objetivas serão em 19 de novembro




As provas do Concurso TST 2017 estão programadas para acontecer no dia 19 de novembro, em Brasília apenas. Os candidatos realizarão provas objetivas e discursivas para todos os cargos, sendo a primeira delas dividida em conteúdos de conhecimentos básicos e específicos.

Para técnico serão aplicadas provas de redação, enquanto para analistas prova discursiva, de acordo com as tabelas do edital. Além disso, serão realizadas provas práticas nas especialidades de segurança judiciária (técnico) e taquigrafia (analista).

Embora as provas sejam em Brasília, o concurso TST é uma boa oportunidade para candidatos em todo o Brasil. Saiba como se preparar para concursos em outro estado com o Guia para Concurseiros Itinerantes.

Candidatos devem ficar atentos às mudanças no programa


O TST publicou uma observação no conteúdo programático e os candidatos devem ficar atentos: Considerar-se-á a legislação vigente, incluindo legislações complementares, súmulas, jurisprudências e/ou orientações jurisprudenciais (OJ), até a data da publicação deste Edital. Em matéria de Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho será observado o texto da Lei nº 13.467, de 13/7/2017.

Uma das novidades no concurso é a disciplina de Direitos das Pessoas com Deficiência que, segundo a Resolução 230 de 22/06/2016 do Conselho Nacional de Justiça, deve constar em todos os concursos públicos do Poder Judiciário.

Os candidatos que concorrem ao cargo de técnico administrativo devem ficar atentos, pois duas das disciplinas cobradas no último concurso, realizado em 2012, não cairão mais na prova. Administração Pública e Gestão de Pessoas não fazem parte do conteúdo programático de técnico da área Administrativa, entretando Direitos das Pessoas com Deficiência está confirmado.


CARGO


CONHECIMENTOS BÁSICOS


CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Analista - Área Administrativa


Língua Portuguesa

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Noções de Direito Constitucional

Noções de Direito do Trabalho

Noções de Direito Administrativo

Administração Pública

Noções de Orçamento Público

Gestão de Pessoas

Analista - Área Judiciária


Língua Portuguesa

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Direito Constitucional

Direito Administrativo

Direito Civil

Direito Processual Civil

Direito do Trabalho

Direito Processual do Trabalho

Direito Previdenciário

Analista - Área Apoio Especializado - Especialidade Análise de Sistemas


Língua Portuguesa

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Bancos de Dados

Engenharia e Desenvolvimento de Software

Sistemas de apoio à decisão

Governança e Gestão de TI

Analista - Área Apoio Especializado - Especialidade Contabilidade


Língua Portuguesa

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Noções de Direito Administrativo

Contabilidade Geral

Contabilidade Pública

Noções de Auditoria Governamental

Administração Orçamentária e Financeira

Matemática Financeira

Analista - Área Apoio Especializado - Especialidade Suporte em Tecnologia da Informação


Língua Portuguesa

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Redes de Computadores

Bancos de Dados

Segurança da Informação

Governança da TI

Sistemas Operacionais

Servidores de Aplicação Java EE

Analista - Área Apoio Especializado - Especialidade Taquigrafia


Noções de Direito do Trabalho

Noções de Direito Constitucional

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Assuntos de Língua Portuguesa e Redação

Técnico - Área Administrativa


Língua Portuguesa

Raciocínio Lógico

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Noções de Direito Constitucional

Noções de Direito Administrativo

Noções de Direito do Trabalho

Noções de Direito Processual de Trabalho

Noções de Orçamento Público

Técnico - Área Administrativa - Especialidade Segurança Judiciária


Língua Portuguesa

Raciocínio Lógico

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Segurança de Dignitários

Noções de Planejamento de Segurança

Noções de Segurança da Informação

Noções de Serviço de Inteligência

Noções de Gestão de Conflitos

Legislação

Técnico - Área Administrativa - Especialidade Programação


Língua Portuguesa

Raciocínio Lógico

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência

Regimento Interno do TST



Desenvolvimento de sistemas

Bancos de dados

Desenvolvimento WEB

Cadastro poderá ser usado durante validade


Por mais que o edital traga apenas 52 vagas iniciais, espera-se que muitos candidatos sejam convocados durante o prazo de validade, que é de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. O órgão já mantém uma tradição de chamar muitos aprovados. Exemplo disso foi o último concurso, que oferecia 35 vagas e nomeou mais de 180 aprovados.

A quantidade de candidatos que terão as provas de redação e discursivas corrigidas, além da relação dos que serão convocados para o exame prático, é bastante expressiva. Isso só aumenta as chances de muitas nomeações, pois o órgão deverá formar cadastro de reserva e terá uma boa quandidade de aprovados para serem convocados no perído da validade.



Serviço:

Outras Informações – Aqui
  Concursos Públicos Aqui
Dicas para Concursos - Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No TechTudo maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: