segunda-feira, 14 de novembro de 2016

TRF2 concurso 2016: edital está praticamente pronto - Vagas e Apostilas Grátis!


TRF-RJ/ES: edital do concurso está praticamente pronto

A novela do concurso 2016 para técnico (médio; R$7.111) e analista (superior; R$11.063) do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro e Espírito Santo (TRF-RJ/ES) ganhou uns capítulos adicionais, mas terá seu desfecho nos próximos dias. Embora o edital estivesse previsto para sair até a última segunda-feira, dia 14, o documento só poderá ser liberado depois do feriado da Proclamação da República, nesta terça, 15. Apesar de o edital estar praticamente pronto, a Consulplan (organizadora) precisa encaminhá-lo para revisão e aprovação do presidente da comissão do concurso, juiz Carlos Lugones. Na próxima parte desta matéria, confira todos os detalhes sobre os cargos e os reajustes já previstos.

Apesar do atraso, a expectativa é de que o edital possa ser divulgado nos próximos dias. Isso porque o tribunal já confirmou que as inscrições serão abertas ainda este mês. Sendo assim, a qualquer momento deverá ser divulgado o prazo de inscrição do concurso, bem como a data das provas da primeira etapa. Embora o TRF-RJ ainda não tenha divulgado a data das provas objetivas, redação e estudos de caso, a Presidência do órgão já havia confirmado que as avaliações vão ocorrer em janeiro. E tudo leva a crer que ela será aplicada no dia 29 de janeiro. Isso porque, como o edital não saiu nesta terça, 15, os únicos dias de janeiro com possibilidade de aplicação das provas são 22 e 29, tendo por base o respeito no prazo de 60 dias que será concedido entre a divulgação edital e os exames. Como está agendada para o dia 22 a 2ª fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), essa data já deve ter sido descartada, já que uma grande parcela dos candidatos do concurso do TRF-RJ será composta por aqueles que estão se formando em Direito.

Técnico judiciário: nível médio. R$7.111

O concurso vai contemplar diversas especialidades nas carreiras de técnico e analista judiciários. O destaque fica por conta do cargo de técnico judiciário sem especialidade (técnico administrativo), que exige apenas o nível médio, sem necessidade de formação técnica e experiência profissional. A remuneração inicial é de R$7.111. A maior carência de pessoal está exatamente nessa função, que tem as maiores demandas. Haverá chances também para analistas, com destaque para o administrativo, destinado a graduados em qualquer área. A remuneração inicial da carreira é de R$11.063. Veja todas as especialidades do concurso.

Inicialmente, o concurso visará à formação de cadastro de reserva, mas o TRF-RJ/ES deverá realizar um grande número de convocações, por conta da carência de pessoal e do elevado número de aposentadorias previstas. Inclusive, o cadastro de reserva será formado com mais de 3 mil aprovados (1.350 só para técnico administrativo), que poderão ser chamados durante o prazo de validade da seleção, de dois anos, pondendo dobrar.

Como ocorre tradicionalmente, o maior número de contratações costuma ser para a sede do TRF-RJ/ES, que fica no Centro do Rio (Rua do Acre, 80). No entanto, os aprovados poderão ser lotados em varas da capital e das cidades de Angra dos Reis, Duque de Caxias, Barra do Piraí, Campos dos Goytacazes, Itaboraí, Itaperuna, Macaé, Magé Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Resende, São Gonçalo, São João de Meriti, São Pedro da Aldeia, Teresópolis, Três Rios e Volta Redonda. A escolha é feita pelo TRF.

Além das boas remunerações e da realização do sonho de ser um servidor da Justiça Federal, os selecionados pelo tribunal terão direito à estabilidade empregatícia, garantida pelo regime estatutário, reembolso parcial e proporcional de creche e participação na assistência médico hospitalar (titular e dependentes), sem contar o bom plano de cargos, que prevê a chegada ao ápice das carreiras em 13 anos, com as valorizações salariais. Hoje, um técnico judiciário se aposenta com R$9.853,94 e um analista com R$15.562,78.

Os próximos reajustes salariais da categoria, já acordados com o governo e sancionados pelo presidente em exercício Michel Temer, também representam um atrativo. Em junho de 2017, os ganhos do técnico passarão para R$7.320,28 e os do analista para R$11.405,77. A carga de trabalho é de 40 horas semanais.



Serviço


Curso Grátis – Aqui
Apostila Grátis em PDF Aqui
Video Aulas Grátis – Aqui

Para mais informações consulte o nosso blog.

SHARE THIS

Autor:

No TechTudo maior blog de informações sobre concursos públicos, esportes, entretenimento política, tecnologia e negócios você fica por dentro das principais e últimas notícias do dia, além de assuntos relacionados ao Mundo do Brasil e da Bahia para seu conhecimento diário.

0 comentários: